Mineradoras prestam contas sobre avanços das metas da[…]

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Desde que foi anunciada publicamente, em setembro de 2019, no maior evento do setor mineral da América Latina, a EXPOSIBRAM, a Carta Compromisso do IBRAM Perante a Sociedade tem apresentado seguidas evoluções e o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) tem prestado contas desses avanços à sociedade periodicamente. No segundo dia do e-Mineração: Evento de Negócios, nesta 5ª feira (17/06), um painel apresentou mais algumas etapas superadas pelo setor mineral.

A Carta Compromisso é um conjunto de compromissos públicos da indústria da mineração para incrementar e qualificar ainda mais seus diversos indicadores relacionados a 12 áreas-chave, com metas para curto, médio e longo prazo:

Segurança operacional, barragens e estruturas de disposição de rejeitos, saúde e segurança ocupacional, mitigação de impactos ambientais, desenvolvimento local e futuro dos territórios, relacionamento com comunidades, comunicação e reputação, diversidade e inclusão, inovação, água, energia e gestão de resíduos.

O cumprimento dos compromissos firmados na Carta vai de encontro à agenda ESG do setor mineral, relacionada a meio ambiente responsabilidade social e governança. A agenda ESG atua nas necessidades futuras, nos riscos e oportunidades para as organizações, meio ambiente e sociedade, visando a geração do valor sustentável e compartilhado.

Representantes do IBRAM, das mineradoras que integram os 12 Grupos de Trabalho (GTs) relacionados à Carta Compromisso e da consultoria Falconi participaram do painel ‘Gestão da Carta Compromisso do Setor Mineral’. Eles apresentaram as estratégias planejadas e em execução para tornar mais consistente a atuação do setor mineral, de modo a cumprir as metas estabelecidas de aprimorar seus processos e indicadores.

“Desde o início de sua formulação, a Carta Compromisso conta com a participação conjunta de diversas mineradoras. É um movimento setorial que vai efetivar as profundas transformações em praticamente todos os processos que envolvem a indústria da mineração brasileira. Demonstramos publicamente, a partir da elaboração da Carta Compromisso e do cumprimento de suas metas ao longo dos próximos anos, que o setor mineral não ficou paralisado diante de fatos negativos e trágicos que ocorreram, mas agiu para se transformar e atrair cada vez mais o respeito da sociedade”, disse Flávio Ottoni Penido, Diretor-Presidente do IBRAM, ao abrir o painel.

Nova prestação de contas em outubro

Na Expo & Congresso Brasileiro de Mineração 2021 (EXPOSIBRAM 2021), em outubro próximo, o IBRAM pretende detalhar para o público em geral a próxima etapa dos trabalhos desenvolvidos pelos GTs, de modo que a sociedade poderá acompanhar a evolução do cumprimento de cada compromisso pelas mineradoras que aderiram a esta iniciativa de forma voluntária. “Vamos tornar públicos os objetivos, metas, resultados e avanços de todo o trabalho desenvolvido até aquela data e apresentar os próximos passos”, disse Flávio Penido.

“A Carta Compromisso nasceu como resposta à sociedade, que passou a cobrar do setor um maior compromisso e transparência da mineração. É um marco, pois conecta efetivamente a mineração com seu propósito maior de desenvolvimento sustentável e descreve como o setor vai incorporar, de forma definitiva, as melhores práticas ESG e enfrentar problemas atuais e futuros com transferência”, disse André Chaves, Sócio e Head da Unidade de Indústria de Base e Infraestrutura da Falconi.

Em maio, IBRAM e Falconi firmaram parceria para gerar mais valor à Carta Compromisso e proporcionar uma gestão mais ágil tanto do documento quanto da evolução das atividades desempenhadas pelo setor mineral a ele relacionadas.

Gestão de longo prazo

Dennis Alberto de Almeida Glória, Associate Partner da Falconi, afirmou que a gestão da Carta Compromisso se dará ao longo dos anos. “Não é um trabalho de curto prazo. É plurianual. Vamos estabelecer metas para todo um setor, levando em conta que cada empresa tem suas próprias metas de ESG”, disse. “Vamos estabelecer metas setoriais audaciosas, bem calibradas e de forma plurianual e, assim, mostrar para a sociedade como estamos avançando em ESG”, acrescentou.

Dennis Glória listou os principais tópicos do trabalho que está sendo conduzido pela Falconi em apoio ao IBRAM e aos GTs:

– Estabelecer governança dos GTs e do projeto;

– Diagnóstico do engajamento e avanços de cada GT;

– Revisar objetivos e métricas de cada compromisso;

– Parametrizar medições, coletar benchmarks e calibrar metas;

– Contribuir com pesquisa de boas práticas;

– Realizar evento com IBRAM e tornar público objetivos, metas, resultados e avanços;

– Estruturar e implantar governança de controle dos resultados da carta integrada à árvore de valor do setor.

Ele também falou sobre as principais ambições da Carta Compromisso:

– Aumentar o engajamento das mineradoras;

– Definir indicadores adequados;

– Estabelecer metas calibradas;

– Compartilhar boas práticas;

– Alcançar as ambições de cada GT garantindo o desenvolvimento do setor mineral.

GTs são oportunidade para profissionais do setor mineral

Ele enfatizou ainda que os GTs, por terem a participação ativa de diversas empresas, se constituem em fóruns excepcionais para compartilhar boas práticas relacionadas ao setor mineral.

Dez líderes dos GTs falaram no painel sobre o panorama geral do que cada grupo já avançou. Em comum, todos disseram que é preciso aumentar o engajamento das mineradoras nos GTs. “Apesar de estar havendo muita dedicação por parte dos que já atuam nos grupos, há sempre espaço aberto para agregar mais conhecimentos e experiências de profissionais competentes do setor mineral. Participar dos GTs é um aprimoramento na carreira de qualquer profissional da mineração e o que lá é compartilhado acaba contribuindo muito para o trabalho diário nas mineradoras”, diz Paulo Henrique Soares, Diretor de Comunicação do IBRAM, que mediou o painel.

Para participar voluntariamente dos GTs basta se candidatar por meio de uma mensagem para o e-mail [email protected] indicando qual o GT pretendido.

Parceria Falconi

A gestão compartilhada entre IBRAM, mineradoras e Falconi terá papel importante para a revisão das métricas, estabelecer indicadores, parametrizar e considerar as boas práticas do setor mineral.

A consultoria realiza reuniões periódicas em diferentes níveis, seja com o grupo interno do IBRAM, seja com os coordenadores e participantes dos GTs. São diversas oportunidades de exposições, fóruns e também para compartilhar conhecimento com o intuito de reforçar a governança dos grupos de trabalho e do projeto; revisar objetivos e métricas para cada compromisso da Carta; parametrizar as medições, coletar benchmarks e calibrar metas; contribuir com a pesquisa sobre boas práticas, entre outros. Este trabalho em conjunto é uma oportunidade para produzir os melhores resultados perante todos os propósitos apontados na Carta Compromisso, avalia o IBRAM.

Também participaram do painel: Mariana Saraiva, Principal da Falconi; Rachel Pessoa (Anglo American) – GT Comunicação e Reputação; Vítor Cabral (Vale) – GT Mitigação de Impactos Ambientais; Ana Cláudia Lima (Nexa) – GT Água; Carla Lemos (AngloGold Ashanti) – GT Relacionamento com Comunidades; Marina Antwarg (Mosaic) – GT Diversidade e Inclusão; Edson Covic (Anglo Gold Ashanti) – GT Saúde e Segurança Ocupacional; Wiverton Nunes Silva (AngloGold Ashanti) – GT Energia; Hebert Ferreira (Vale) – GT Segurança de Processos; Christiane Malheiros (Vale) – GT Gestão de Resíduos; Talles Barros (Vale) – GT Inovação.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

x

Assine já EaeMáquinas​

R$60,00 /ano

ASSINAR AGORA!

Sobre Nós

A Revista EaeMáquinas, de circulação bimestral, é o melhor guia de compras do setor de máquinas; relacionando as empresas, revendas e distribuidoras de equipamentos, peças, prestadores de serviços e notícias relacionadas ao mercado.

Contato: [email protected] — Tel.:11- 4604-8046

Siga-nos