Chaves de Desalinhamento da Schmersal garantem continuidade de transportadores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Para monitorar e detectar o desalinhamento do curso das correias ou esteiras transportadoras, a Schmersal tem em seu portfólio de Linha Pesada as Chaves de Desalinhamento das famílias 441, 461 e 500.

Nacionais, estas chaves garantem a continuidade da operação de transportadores em ambientes agressivos. São ideais para serviços pesados e expostos ao tempo em operações que realizam o transporte e o movimento de grande quantidade de produtos por meio das correias transportadoras.

As Chaves de Desalinhamento modelos “V12H” 441, 461 e 500 atendem os setores de mineração e indústria pesada, como cimenteiras, siderúrgicas, plantas extrativistas, portos e agroindústria, que buscam por soluções robustas e resistentes.

“As chaves de desalinhamento são um dos produtos mais utilizados em correias transportadoras, pois auxiliam na identificação de desvios das lonas dos transportadores. Assim, é possível realizar paradas programadas da máquina para manutenção e analisar o desempenho da operação. Consequentemente, reduz o desperdício de materiais e as falhas, aumentando a vida útil do equipamento e a continuidade do processo”, explica Jamile Zarif, coordenadora de produtos da Schmersal.

As chaves da Schmersal têm invólucro de alumínio com tratamento superficial, que garante alta durabilidade. Os produtos são dotados de grau de proteção IP 65, IP 66 e Nema 4X (conforme modelo especificado), o que impede a entrada de agentes externos e preserva os componentes elétricos.

Com opcional de LED para sinalização na tampa, para auxiliar na identificação do dispositivo atuado, a solução suporta temperaturas extremas de -30°C até +80°C, com versões específicas disponíveis para alta temperatura até 200ºC.

Estes produtos trazem base de fixação universal, o que auxilia nas tarefas de manutenção para instalação, troca e reposição, que podem ser feitas diretamente pelo invólucro ou por meio de uma placa de adaptação. “A principal característica das chaves de desalinhamento é o atuador tipo rolete, disponível em diversos tamanhos e materiais. Deste modo, o produto pode atender à cada necessidade do cliente”, acrescenta Jamile.

Para quem busca eficiência, otimização e segurança em seu processo produtivo, algumas variantes podem ser opcionalmente equipadas com uma solução de monitoramento e transmissão de dados, o chamado Sistema Dupline. “Este sistema permite, por exemplo, conectar em série dezenas de chaves em um transportador com apenas um par trançado de fios por quilômetros e informar qual delas foi atuada, reduzindo, assim, drasticamente os gastos com cabeamento, tempo de identificação da chave atuada e de manutenção”, finaliza a coordenadora de produtos da Schmersal.

Essa solução é normalmente adotada para adequação de correias transportadoras, conforme indicado pela ABNT NBR 13862: Transportadores contínuos, requisitos de segurança para projeto.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Sobre Nós

A Revista EaeMáquinas, de circulação bimestral, é o melhor guia de compras do setor de máquinas; relacionando as empresas, revendas e distribuidoras de equipamentos, peças, prestadores de serviços e notícias relacionadas ao mercado.

Contato: [email protected] — Tel.:11- 4604-8046

Siga-nos

Deixe seu Email para acompanhar as novidades

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!