Qualidade das mangueiras hidráulicas traz impacto direto…

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Qualidade das mangueiras hidráulicas traz impacto direto na segurança e produtividade das operações

 

Qualidade das mangueiras hidráulicas traz impacto direto na segurança e produtividade das operaçõesConsideradas as artérias de uma máquina, as mangueiras são imprescindíveis para o funcionamento adequado de caminhões, tratores, escavadeiras, perfuratrizes e carregadeiras utilizadas no setor da mineração. Além de terem a responsabilidade de conduzir o óleo hidráulico para todo o sistema de movimentação dos veículos, elas precisam suportar temperaturas elevadas, que podem variar de 80 a 120 graus Celsius, e altos níveis de pressão, sendo fundamental a qualidade da matéria-prima para garantir a segurança dos profissionais, bem como ampliar a produtividade das operações.

“É importante utilizar mangueiras apropriadas a cada tipo de circuito hidráulico – há características e tecnologias específicas de acordo com o modelo da máquina –, pois o uso incorreto pode levar ao rompimento destes produtos, causando graves acidentes e até mesmo impactos ambientais, com o derramamento de óleo no solo”, alerta Victor Araujo, gerente de Planejamento e Logística da Komatsu Mineração.

Em outra frente, a utilização das mangueiras de forma assertiva resulta em ganhos de produtividade de até 89% nas operações de mina, já que há menor tempo de paradas das máquinas para manutenção. “Entendemos que temos papel relevante em incentivar esse mercado e oferecer assistência não só na indicação do uso do produto adequado, mas também com relação ao tempo de substituição das mangueiras, garantindo maior segurança aos profissionais que estão no campo”, complementa Araujo. As máquinas Komatsu passam por revisão, via horímetro, a cada 2.000 horas e o aparelho faz a indicação sobre a recomendação de troca.

Investimento

A Divisão de Mineração da Komatsu investiu cerca de R$ 10 milhões em duas unidades responsáveis pela montagem e venda de mangueiras. Localizadas em Conselheiro Lafaiete (MG) e Parauapebas (PA), fabricavam cerca de 800 unidades de mangueiras por ano, quando as atividades foram iniciadas em 2015. Atualmente, esse número atingiu a marca de 10 mil unidades. “Oferecemos mangueiras mais resistentes, que contam com um processo minucioso de montagem e teste. Além disso, por fabricarmos os produtos no Brasil, atendemos nossos clientes de forma ágil”, garante o gerente da companhia, que acredita no grande potencial de crescimento desse mercado.

Cinco dicas de especialista para a troca correta das mangueiras

1 – Preservação das condições de limpeza no local de armazenagem e instalação

2 – Observar as condições dos componentes de interface entre a mangueira e máquina

3 – Verificar o torque correto dos componentes

4 – Observar as condições de alinhamento no momento de instalação da mangueira para que a instalação não ocorra em condições de torção e ou tração

5 – Observar se a mangueira a ser instalada encontra-se dentro das especificações a que será submetida, temperatura, pressão e tipo de fluido.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Sobre Nós

A Revista EaeMáquinas, de circulação bimestral, é o melhor guia de compras do setor de máquinas; relacionando as empresas, revendas e distribuidoras de equipamentos, peças, prestadores de serviços e notícias relacionadas ao mercado.

Contato: [email protected] — Tel.:11- 4604-8046

Siga-nos

Deixe seu Email para acompanhar as novidades

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!