Entenda como melhorar o processo de peneiramento de minério

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Entenda como melhorar o processo de peneiramento de minério

Entenda como melhorar o processo de peneiramento de minério

As telas precisam ter características técnicas que garantam performance elevada à peneira, conforme a granulometria do minério, areia ou agregados

O processo de peneiramento de minério, areia e agregados precisa de equipamentos adequados e materiais que propiciem boa performance de produção. Caso contrário, os custos operacionais tendem a subir, impulsionados por perdas de tempo, intervalos curtos de manutenção e substituição de componentes incapazes de realizar o trabalho com eficiência e dentro do prazo.

De início, é preciso saber escolher telas que garantam uma performance elevada ao peneiramento, conforme o tipo e granulometria do material. A Lantex, por exemplo, desenvolve uma linha completa de telas de borracha para peneiramento de finos e pedrisco que partem de 1,30 mm e vão até 12,00 mm. “Elas possuem área livre superior à das telas de borracha convencionais, que associadas à matéria-prima adequada para evitar entupimento, proporcionam resultados significativos à operação”, explica Alan Duarte, coordenador técnico da Lantex do Brasil.

De acordo com ele, o aumento de produção pode ser percebido nos transportadores de correia, que ficam mais carregados de material. A empresa fornece, também, telas metálicas, como é o caso da Harpa III e telas Venomax (triangulares).

Um dos casos mais emblemáticos que a Lantex solucionou recentemente ocorreu com telas de aço Venomax, em uma mineradora que processa minério de ferro. A produção da planta de peneiramento de material aumentou 50%, saltando de 197 t/ dia para 300 t/ dia. Essa empresa utilizava telas com malhas quadradas e precisava parar aproximadamente 23 horas por mês para desobstruir as malhas das telas e, após substituir por telas Venomax, passou a realizar 59 minutos de paradas no mês.

Telas de poliuretano

Por sua vez, as telas de poliuretano podem ser produzidas com malhas piramidais. Quando os módulos tradicionais não conseguem lidar com as demandas adicionais de material colocadas sobre eles, as telas piramidais Lantex são a alternativa adequada, por oferecerem maior capacidade de processamento e eficiência para atender às necessidades com os mesmos equipamentos instalados na planta.

Uma das vantagens das telas de poliuretano é a possibilidade de dobrar a área aberta de painéis modulares convencionais, com o mesmo tamanho de abertura de malha, além de dobrar também a capacidade de drenagem em comparação com os painéis modelares convencionais.

“Elas utilizam o mesmo sistema de fixação já instalado na peneira e possuem grande oferta de abertura de malhas. O aumento da área de superfície exposta dos painéis piramidais permite que as telas operem com uma capacidade maior de minério sobre elas”, informa Alan.

“As telas que garantem boa performance de peneiramento envolvem um cuidado especial em seu processo de desenvolvimento e fabricação. Na Lantex, os fornecedores passam por rigorosa etapa de homologação, os insumos são bem selecionados e com boa procedência e somente são aprovados aqueles que fornecem os componentes com propriedades mecânicas que atendam aos parâmetros estabelecidos”, descreve Alan.

Dicas para o bom desempenho

Alan estabelece que diversos fatores de uso e manutenção relacionados à tela podem influenciar no desempenho da peneira. De acordo com ele, as telas devem vibrar solidárias ao equipamento e quando isso não ocorre elas podem ter quebra prematura.

“Por isso, a Lantex recomenda que seja constantemente verificado o tensionamento e o arqueamento das telas metálicas com ganchos, e se há integridade mecânica na fixação das telas sem ganchos. A mesma averiguação é necessária para os revestimentos de borracha, que devem sempre revestir as longarinas de apoio das telas, evitando que elas colidam com o quadro do equipamento durante o movimento vibratório”, orienta.

Já nos sistemas modulares, é necessário observar se os perfis de fixação estão presos de modo adequado ao equipamento e se o ponto de encaixe entre os perfis e as telas está com as medidas indicadas. Caso estejam desgastados, devem ser substituídos para evitar a soltura dos módulos durante a operação da planta.

Elimine erros de aplicação das telas

Alguns erros de aplicação das telas também podem comprometer o desempenho da peneira, gerando insatisfação aos clientes. Por isso, a Lantex recomenda que:

  • Seja feito um estudo correto das etapas explicadas pelo cliente, em relação ao trabalho de britagem e peneiramento da sua planta;
  • Haja compreensão adequada da expectativa do cliente com relação à aplicação do produto. Nesse aspecto, a Lantex desenvolve estudos e relatórios em conjunto com o cliente, acompanhando os resultados.
  • Quando a qualidade do material enviado não é boa, o processo fica prejudicado. Muitas vezes uma boa solução é produzida de modo inadequado, seja por limitações de equipamentos ou por má qualidade da matéria-prima.
  • Às vezes o cliente teve experiência ruim com determinada tela que, em tese, lhe traria ótimos resultados e isso ocorre devido à produção inadequada das peças. Por isso, a Lantex dispõe de laboratórios e centro de usinagem, que dão toda flexibilidade para desenvolver a solução certa com qualidade premium.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentario

Ultimas Noticias

Fique por dentro das novidades

Inscreva-se para receber novidades em seu Email, fique tranquilo que não enviamos spam!

Sobre Nós

A Revista EaeMáquinas, de circulação bimestral, é o melhor guia de compras do setor de máquinas; relacionando as empresas, revendas e distribuidoras de equipamentos, peças, prestadores de serviços e notícias relacionadas ao mercado.

Contato: [email protected] — Tel.:11- 4604-8046

Siga-nos

Deixe seu Email para acompanhar as novidades

Solicitar maiores informações

Preencha as informações abaixo e entre em contato com o anúnciante!